Bicicletários Imaginários: Julho 2014

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Ela quer pedalar...

...Foi como interpretei o momento em que vi a minha bicicleta ao lado das pernas, que sugerem movimento, da figura humana esculpida pelo nosso grande Artista Xico Stockinger, na entrada do Centro Municipal de Cultura Lupício Rodrigues. Obra esta, que eu a admirava de longe, quando ainda estava localizada na Galeria da família Stockinger: "Garagem de Arte Stockinger", na Rua Luciana de Abreu, Bairro Moinhos de Vento. Ela chama-se "Homenagem a Vasco Prado", do ano de 1998. 


 Austríaco, com cidadania brasileira, Xico destacou-se como um dos principais escultores modernos brasileiros, tendo sido também gravurista, fotógrafo, chargista, artista gráfico e gestor cultural.


Em abril de 1961, juntamente com o crítico e professor Carlos Scarinci, fundou o Atelier Livre, onde foi o seu primeiro diretor até o ano de 1964. O Atelier Livre foi idealizado pela necessidade de criação de um ateliê aberto, livre, em oposição ao ensino acadêmico. Desde 2003, o Atelier Livre chama-se "Xico Stockinger".


No Centro Municipal de Cultura Lupício Rodrigues, na Avenida Érico Verissimo, onde fica o Atelier,  existe também a Sala Álvaro Moreyra, a Biblioteca Pública Josué Guimarães, o Teatro Renascença e o Saguão de Exposições. 


Nos fundos do prédio tem um bicicletário, porém não é seguro, pois os guardas do estacionamento não tem uma boa visualização dele. Houveram casos de amigos que tiveram suas bicicletas furtadas ali. Não é bom arriscar. A minha dica é prender a bicicleta nas grades da frente do prédio, próxima à escultura do Xico Stockinger, com cadeados ligados no quadro, nas rodas e no selim.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Revitalizada...

... em abril de 2012, a charmosa Praça Darcy Vignoli tem uma diversidade já conhecida de bicicletários imaginários: postes, troncos, cercas, bancos, suportes de lixeiras, árvores... 


Ela é coberta por abundantes árvores, possui vários equipamentos para ginástica e brinquedos de parque  rústicos, feitos de troncos de árvores.


Ela fica no Bairro Passo D'Areia, na Avenida Grécia com a Rua Jary. Infelizmente na internet não encontrei seu histórico: nada sobre as origens de seu nome e de sua construção. Uma pena!