Bicicletários Imaginários: Agosto 2014

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O que você tem feito?

"Blocos maciços que representam situações esmagadoras..."
É o que diz Gonzaga, ao apresentar o seu projeto, intitulado: "Monumento aos Mortos e Desaparecidos do Regime Militar", 1995.


Este Monumento, composto com painéis de aço, está situado no Parque Marinha do Brasil, perto do início da ciclovia da Ipiranga, com a Beira Rio. O seu visual é notado pelo seu imponente tamanho, mas poucos sabem de seu real significado: é um memorial que relembra as pessoas que sofreram perseguições, torturas e foram sacrificadas por ousar falar no Regime de 1964.
 

Hoje ela é a lembrança de que muitos lutaram para a liberdade que temos hoje... Apesar das corrosão e das pichações, é um belo bicicletário imaginário para ser contemplado...


...e refletido: Será que a nossa luta diária é o bastante para conquistarmos uma vida melhor para todos que aqui estão e para as futuras gerações?



 [Fonte do livro do meu querido professor do Atelier Livre, José Francisco Alves: A Escultura Pública em Porto Alegre - história, contexto e significado. Edição: Artfolio. Dezembro de 2004.]

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

De máquina de andar para frente...

...para "Máquina de(l) Tiempo"!!!


Frida, minha bicicleta Brisa roxa, uma das minhas parceiras de mobilidade urbana, neste momento faz parte da Exposição Coletiva: LINDE - CIDADE ESPECULAR, no MACRS [Museu de Arte Contemporânea RS], na Galeria Xico Stockinger.


Ela será transformada em uma "Máquina de(l) Tiempo", pelo Artista Plástico Argentino Leonello Zanbón, até o final da exposição, dia 19 de outubro de 2014.


Em uma parede está o desenho do projeto, em outra o vídeo que mostra que o Artista fez uma bicicleta, preta com marchas, transformar-se em "Máquina de Tiempo"...


Para mim, além de ser uma máquina de andar para frente, que será transformada em uma "Máquina de Tiempo"... a Frida representa um Bicicletário Imaginário, pois está estacionada dentro do Museu de Arte Contemporânea RS, localizado no 6º andar da Casa de Cultura Mario Quintana. :D


A exposição conta com os trabalhos incríveis de outros grandes e queridos Artistas:

Felippe Moraes, Ignacio Rodríguez, Ío [Laura Cattani e Munir Klamt], Juan Gugger, Julia Masvernat, Luciana Lamothe, Magela Ferrero, Nazareno Rodrigues e Túlio Pinto.
Curadoria: Ío [Laura Cattani e Munir Klamt].


https://www.facebook.com/events/1448840512055328/?fref=ts


Visitação de 20 de agosto a 19 de outubro de 2014
Segundas-feiras > das 14h às 19h
De terças a sextas-feiras > das 10h às 19h
Sábados, domingos e feriados > das 12h às 19h

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Do outro lado do Guaíba...

...na Colônia de Pescadores Z5, na Ilha da Pintada.


Com a média de 1400 sócios, que pagam 70 reais anuais, a colônia ajuda os pescadores com material e estrutura, mas ainda é pouco... A Z5 tem um projeto de criar um restaurante panorâmico na Ilha da Pintada, onde seriam servidos os almoços que hoje são servidos na sede da Z5, que seria mais utilizada para reuniões e eventos. 


A atração do local é o Peixe na Taquara aos domingos... O buffet também tem um preço especial para quem não consome carnes.


É um local bacana para visitar de barco, que sai ali do Gasômetro, ou percorrer a BR116 de bicicleta... Que, por segurança, é melhor ir em grupo. #ficadica :D


[Fonte: http://www.ufrgs.br/ensinodareportagem/cidades/ilhadapintada.html]

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Regando plantinhas...

Cá estamos, no Reservatório Pedro Drügg, do DMAE, inaugurado na data de 13 de setembro de 1978, que fica na Praça Bela Vista, no Bairro de mesmo nome. Bairro nobre da capital. A praça está exatamente situada entre as Ruas Engenheiro Veríssimo de Matos e Engenheiro Antônio Rebouças.


Quando cheguei, havia uma menininha linda, entre 1 e 2 anos de idade, acompanhada com o seu pai e sua avó...

 
...Embora os brinquedos da praça sejam todos bem coloridos, ela se encantou com a minha bicicleta Sarah: a rodeava, batia palmas e dava gargalhadas gostosas. 


"Quem sabe uma nova ciclista?" Perguntei à eles. A resposta da avó foi: "Sim, muito provavelmente, pois ela é apaixonada pelo seu triciclo."


Que desta amorosa "plantinha" venham muitos frutos... para o nosso futuro!!! :D